segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

A Tristeza Permitida



Eu ando meio assim...assim e literalmente vagando pela internet achei um poema que  mostra bem como estou me sentindo ultimamente. Mas se voces conhecem meu blog sabem que passo por umas fases assim.. do tipo encolhidinha no meu canto sem a vergonha de nao querer fazer absolutamente nada...choro solto, fácil que nem sei de onde vem nem porque, sentimentos que vao e vem, coisas que eu quero depois nao quero mais.

Pode ser que muita gente não concorde, mas respeitosamente eu não ligo, tanto é que decidi compartilhar com voces. Por outro lado alguns  podem estar passando por uma fase igual e vao de identificar e  entender perfeitamente. O que vale é que é so uma fase nada mais.


Um Poema de Martha Medeiros

"Se eu disser pra você que hoje acordei triste, que foi difícil sair da cama, mesmo sabendo que o sol estava se exibindo lá fora e o céu convidava para a farra de viver, mesmo sabendo que havia muitas providências a tomar, acordei triste e tive preguiça de cumprir os rituais que faço sem nem prestar atenção no que estou sentindo, como tomar banho, colocar uma roupa, ir pro computador, sair pra compras e reuniões – se eu disser que foi assim, o que você me diz? Se eu lhe disser que hoje não foi um dia como os outros, que não encontrei energia nem pra sentir culpa pela minha letargia, que hoje levantei devagar e tarde e que não tive vontade de nada, você vai reagir como?




Você vai dizer “te anima” e me recomendar um antidepressivo, ou vai dizer que tem gente vivendo coisas muito mais graves do que eu (mesmo desconhecendo a razão da minha tristeza), vai dizer pra eu colocar uma roupa leve, ouvir uma música revigorante e voltar a ser aquela que sempre fui, velha de guerra.



Você vai fazer isso porque gosta de mim, mas também porque é mais um que não tolera a tristeza: nem a minha, nem a sua, nem a de ninguém. Tristeza é considerada uma anomalia do humor, uma doença contagiosa, que é melhor eliminar desde o primeiro sintoma. Não sorriu hoje? Medicamento. Sentiu uma vontade de chorar à toa? Gravíssimo, telefone já para o seu psiquiatra.



A verdade é que eu não acordei triste hoje, nem mesmo com uma suave melancolia, está tudo normal. Mas quando fico triste, também está tudo normal. Porque ficar triste é comum, é um sentimento tão legítimo quanto a alegria, é um registro de nossa sensibilidade, que ora gargalha em grupo, ora busca o silêncio e a solidão. Estar triste não é estar deprimido.



Depressão é coisa muito séria, contínua e complexa. Estar triste é estar atento a si próprio, é estar desapontado com alguém, com vários ou consigo mesmo, é estar um pouco cansado de certas repetições, é descobrir-se frágil num dia qualquer, sem uma razão aparente – as razões têm essa mania de serem discretas.



“Eu não sei o que meu corpo abriga/ nestas noites quentes de verão/ e não me importa que mil raios partam/ qualquer sentido vago da razão/ eu ando tão down...” Lembra da música? Cazuza ainda dizia, lá no meio dos versos, que pega mal sofrer. Pois é, pega mal. Melhor sair pra balada, melhor forçar um sorriso, melhor dizer que está tudo bem, melhor desamarrar a cara. “Não quero te ver triste assim”, sussurrava Roberto Carlos em meio a outra música. Todos cantam a tristeza, mas poucos a enfrentam de fato. Os esforços não são para compreendê-la, e sim para disfarçá-la, sufocá-la, ela que, humilde, só quer usufruir do seu direito de existir, de assegurar seu espaço nesta sociedade que exalta apenas o oba-oba e a verborragia, e que desconfia de quem está calado demais. Claro que é melhor ser alegre que ser triste (agora é Vinícius), mas melhor mesmo é ninguém privar você de sentir o que for. Em tempo: na maioria das vezes, é a gente mesmo que não se permite estar alguns degraus abaixo da euforia.



Tem dias que não estamos pra samba, pra rock, pra hip-hop, e nem pra isso devemos buscar pílulas mágicas para camuflar nossa introspecção, nem aceitar convites para festas em que nada temos para brindar. Que nos deixem quietos, que quietude é armazenamento de força e sabedoria, daqui a pouco a gente volta, a gente sempre volta, anunciando o fim de mais uma dor – até que venha a próxima, normais que somos."


LUZ E HARMONIA

4 comentários:

Gabriel Barbieri disse...

Olá Caillean sei bem como é estar triste ,todos temos momentos ruins e outros bons,as vezes estamos triste com tudo ,nada ou algo específico e não conseguimos sair desse "universo" e não conseguimos driblar essa situação pois a tristeza toma conta de nós.A felicidade está sempre conosco basta encontrala e ela vai nos ajudar a vencer qual seja o problema ,sei que quando estamos assim não é facil sair e fazer algo naturalmente mas devemos levantar olhar para frente e seguir encarando tudo e sendo um vencedor que batalhou incarando os bons e ruins momentos de nossa vida.Devemos LUTAR e VENCER pois temos naturalmente a força para ganhar a vida temos que saber como usar .a tristeza é necessaria para equilibrar o universo mas se não tivesse seriamos fracos para encarar tudo .tenho certeza que você tem tudo para melhorar,pense porque você está aqui e diga mas eu n posso cair vou me levantar e ser feliz não tenho motivos para ficar triste e sim para ser feliz se eu tiver algo me magoando eu vou resouver e tudo ficara bem. (se eu comentar 2 vezes desculpa deu um erro na hora de comentar dai reescrevi mais ou menos o que tinha dito)obrigado e lembre se a vida é você que faz aproveite e viva ......

Caillean )0( disse...

Ola Gabriel

Obrigada pelo seu carinho, como eu disse é apenas uma fase, hoje ja estou bem, precisei deste isolamento para encontrar dentro de mim o que há de mais puro e aprender a direcionar o que posso para, tambem ajudar aqueles que de mim precisam. Aprendi que nem sempre preciso vencer mas apenas observar, porque eu Caillean ja estou tentando trabalhar na 4dimensao o que nao é muito facil...por isso a tristeza de saber que preciso deste recolhimento para atuar numa vibraçao diferente. Para esta etapa da minha vida preciso me distanciar de tudo, passar a ser uma obervadora de mim mesma e dos outros, por isso gostei do titulo "A tristeza permitida" porque em nossa evoluçao temos que abrir mao de certas emoçoes. Eu me permiti. Gostaria que vc voltasse aqui para te passar um link de um site onde voce vai compreender o que esta se passando comigo.
Adorei seu comentário, me deixou muito emocionada e feliz!

Desejo a voce muita LUZ!!!

E que os Deuses o carreguem sempre nas palmas de suas maos.

Caillean )0(

Gabriel Barbieri disse...

Olá Caillean fico feliz por você gostar de meu comentario,gostaria de dizer que gosto muito do seu blog e de seu trabalho.Ficaria muito grato de receber o link do qual você disse,caso queira mandar para meu email é barbieri.srdr@gmail.com Obrigado

Caillean )0( disse...

Oi de novo Gabriel

Que bom que voce gosta do meu trabalho eu meio que sou perfeccionista, eu pesquiso muito para passar as informaçoes corretas. Nao faço propaganda do blog as pessoas vem aqui e nem sei onde me acham. Estou colocando os índices para melhorar o blog, assim que terminar te passo uns links interessantes.

Aqui voce será sempre bem vindo e tem meu e-mail pode me escrever la que te respondo. Ja anotei o seu.

Abraços com cheirinho de jasmim

Caillean )0(

Podera lhe interessar...

Related Posts with Thumbnails