quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Vamos abrir espaço para o NOVO!!!! Coragem!!!

Uma coisa importante que minha priminha deixou em meu orkut repasso para voces, é parecido com o" Destralhe-se" do outro blog o "Feitiços" mas é uma boa se voce levar a cabo e tentar fazer, é so criar coragem associado a força de vontade!



Todos os anos, há um momento em que olhamos nossos armários com um olhar crítico. Na verdade nem da vontade de olhar... pois sempre que pensamos em tomar uma atitude, achamos que precisamos de tudo e a bagunça vai aumentando...e continuamos olhando... aquelas roupas que não usamos há tanto tempo.

Aquelas que tiramos do cabide de vez em quando, vestimos, olhamos no espelho, confirmamos mais uma vez que não gostamos e guardamos de volta no armário.


Aquele sapato que machuca os pés, mas insistimos em mantê-lo guardado.


Há ainda aquele terno caro, mas que o paletó não cai bem, ou o vestido "espetacular" ganho de presente de alguém que amamos, mas que não combina conosco e nunca usamos.


Às vezes tiramos alguma coisa e damos para alguém, mas a maior parte fica lá, guardada sabe-se lá porquê.


Um dia alguém me disse: tudo o que não lhe serve mais e você mantém guardado, só lhe traz energias negativas. Livre-se de tudo o que não usa e verá como lhe fará bem.


Acontece que nosso guarda-roupa não é o único lugar da vida onde guardamos coisas que não nos servem mais.


Você tem um guarda-roupa desses no interior da mente


De uma olhada séria no que anda guardando lá. Experimente esvaziar e fazer uma limpeza naquilo que não lhe serve mais. Jogue fora idéias, crenças, maneiras de viver ou experiências que não lhe acrescentam nada e lhe roubam energia.


Faça uma limpeza nas amizades, aqueles amigos cujos interesses não têm mais nada a ver com os seus.


Aproveite e tire de seu "armário" aquelas pessoas negativas, tóxicas, sem entusiasmo, que tentam lhe arrastar para o fundo dos seus próprios poços de tristezas, ressentimentos, mágoas e sofrimento.


A insegurança dessas pessoas faz com que busquem outras para lhes fazer companhia, e lá vai você junto com elas.


Junte-se a pessoas entusiasmadas que o apóiem em seus sonhos e projetos pessoais e profissionais.


Não espere um momento certo, ou mesmo o final do ano, para fazer essa "faxina interior".


Comece agora e experimente aquele sentimento gostoso de liberdade.


Liberdade de não ter de guardar o que não lhe serve.


Liberdade de experimentar o desapego.


Liberdade de saber que mudou, mudou para melhor,


E que só usa as coisas que verdadeiramente lhe servem e fazem bem.


Bjs,

Moni  (uma bruxinha amada)
 
 
LUZ E HARMONIA
 
Caillean)0(

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Yule - O Deus nasce e a Historia do Papai Noel



Comemorado no Hemisfério Norte no dia 21 de dezembro, também se comemora o Solsticio do inverno.

Como a Roda Gira tenho postado nos outros anos entao clique aqui em Yule e veja todo o Esbbath.

No Hemisfério Sul se comemora Litha entre 20 a 23 de junho. Quem segue o H. Sul favor clicar aqui em Litha .

Para os povos antigos era uma época de grande escuridao e este é o menor dia do ano. Estes povos notaram tais fenomenos e suplicaram as forças da  natureza que aumentassem os dias e diminuissem as noites. Os Bruxos e Wiccanos ocasionalmente celebram o Yule pouco antes da aurora, e a seguir observam o nascer do sol como um final apropriado para seus esforços.


Uma vez que o Deus é também o Sol, isto assinala o ponto do ano no qual o Sol tambem resnasce. Assim os Bruxos e Wicannos acendem fogueiras ou velas para saudar o retorno da luz do Sol. A Deusa, inativa durante o inverno de Sua Gestaçao, repousa após o parto.


O Yule é remanescente do inverno e a fartura da primavera, quando os alimentos voltavam a estar disponíveis. Para os Bruxos e Wiccanos contemporâneos, é um lembrete de que o produto final da morte é o renascimento ( A Espiral do Renascimento), um pensamento reconfortante nestes dias  de desassossego que para os Antigos era muito penoso - a escuridao, o frio e a escassez de alimentos.


Folclore do Yule

Uma prática tradicional do Yule é a criaçao de uma Árvore do Yule. Pode ser uma árvore viva, envasada e que possa posteriormente ser plantada no solo, ou mesmo cortada. A escolha é sua.


Pode ser divertido fazer a decoraçao apropriada com cordões de botoes de rosa secos e canela em pedaços, guirlandas de pipocas e biscoitinhos condimentados enfeitados com formato de sol e lua e bonequinhos. Saquinhos de ervas aromaticas, cristais de quartzo podem ser enrolados em lã ou barbantes brilhantes suspensos nos galhos para parecerem gelo.
Maçãs, laranjas e limoes pendurados em galhos criam um efeito surpreendentemente belo e natural, era o que os antigos tinham para enfeitar suas arvores. Simples e bem bruxilda esta arvore  rss

O Altar

Voce pode improvisar usando as cores do Yule - Vermelho e Verde - improvisando à sua maneira.
Eu coloquei um altar de Yule que pode dar uma idéia.

Somente para ilustraçao


Já que este Sabbath se relaciona muito com o nosso Natal critão o altar pode ficar ate depois do ano novo. Este é so um exemplo até bem clean, pois eu colocaria mais verde nele. Bem fica a critério de cada um.

Também é importante salientar que ele reflete LUZ entao acenda a "Tora de Yule" (esta no link Yule la em cima), se voce tiver lareira ou festejando ao ar livre ou fogueiras ou muitas velas espalhadas pela casa. (com muita atençao e cuidado) Hoje em dia tem muitas variedades de lampadas para esta época. Ou lampadas imitando velas. (eu, particularmente adoro velas :).

Um pequeno Ritual para ser feito tanto no Yule quanto no Natal

Coloque na sua mesa da ceia tanto to yule quanto do Natal uma vela vermelha de um lado e uma vela verde do outro.
Antes de começarem a ceia propriamente dita a pessoa responsavel pela casa deverá acender as duas velas e pedir para todos darem as maos e fazerem esta oraçao:

É uma oraçao para a comunhao com a familia, a casa, prosperidade e Uniao com as forças do Universo.


A pessoa responsavel pelas velas deve falar uma frase e os outros a repetem em seguida:


QUE A GRAÇA DIVINA ESTEJA PRESENTE TRAZENDO BENÇAOS.


QUE ESTA CASA SEJA UM LAR PARA TODOS QUE AQUI MORAM E QUE AQUI ENTRAREM.


QUE SEJA ESTA CASA IMPREGNADA DE AMOR, SAUDE E SERENIDADE.


QUE TODOS NESTA CASA POSSAM PROSPERAR.


QUE SEJA ESTA CASA SAUDAVEL E CHEIA DE AMOR.


QUE A PAZ E A PROTEÇÃO REINE EM TODOS OS CANTOS.


QUE OS PENSAMENTOS FLUAM PUROS E SAUDAVEIS.


QUE AS EMOÇOES SEJAM EQUILIBRADAS.


QUE A DEDICAÇAO E A FELICIDADE SEJAM UMA CONSTANTE.


QUE O PERDAO SEJA O RITMO DE TODOS OS CORAÇOES.


QUE SEMENTES DE CARINHO E RESPEITO SEJAM MULTIPLICADAS.


QUE O AMOR DIVINO SEJA O SOLO ONDE CRESCEM TODAS AS AÇÕES.


QUE ESTA CASA E TODOS QUE NELA HABITAM SEJAM ABENÇOADOS


QUE ASSIM SEJA E ASSIM SERÁ!!!


QUE ASSIM SEJA E ASSIM SERA!!!


QUE ASSIM SEJA E ASSIM SERA!!!


HOJE E SEMPRE!!!






Minhas lindas energias é importante para ter todo o conteúdo deste Esbath Yule que voces leiam com carinho os links marcados.



Nota: Gostaria de chamar a atençao, mais uma vez que  todos os Wiccanos sao Bruxos mas nem todos os Bruxos sao Wiccanos.








DESEJO A TODOS VOCES UM ABENÇOADO YULE
E
UM FELIZ NATAL !!!

E PARA QUEM SEGUE O SUL

FELIZ LITHA OU SOLSTICIO DE VERAO!!!!!!



LUZ E HARMONIA

Caillean )0(

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O presente do dia!

Foto de Vaine Barreira
Hoje quando acordei tive a felicidade de encontrar dentro da minha casa uma linda corujinha. Nunca peguei uma coruja na minha vida, mas sempre tive grande admiraçao por elas... entao peguei aquelas luvas de pegar panelas e a segurei. Minha secretaria disse que era so chegar perto dela que ela abria as asas enormes entao ela ficou com medo.

Mas eu amo bichinhos e pego ate cobras, por que nao pegar uma pequena coruja. Ela em nenhum momento abriu as asas para mim e eu a peguei com o maior cuidado e vi que era filhotinho. Oh o que fazer, nao sei criar uma corujinha. Eu tirei as luvas para segura-la melhor, mas senti que ela tinha força nas garras entao so com a mao direita eu a acolhi e deixei a esquerda com o pano para que ela se sentisse segura.

Como um animalzinho deste faz a gente tirar sentimentos tao fortes de dentro da gente e ela acabou adormecendo na minha mao.

Neste momento ela esta numa caixinha esperando que a prefeitura venha busca-la e eu fiquei a pensar...

A Coruja sempre representou sabedoria, vejam os desenhos ela é sempre a sabia, aquela que tudo sabe, o simbolo da filosofia.

"As Corujas são uma ordem de aves de rapina, na maioria são animais solitários e noturnos. Elas são encontradas em todas as regiões da terra exceto na Antártica, na maior parte da Groenlândia e em algumas ilhas remotas. Ao longo da história humana, as corujas tem simbolizado pavor, conhecimento, sabedoria, morte e crenças religiosas em um mundo espíritual.




A Coruja na Mitologia


Ao longo da história e em muitas culturas, as corujas foram associadas com sabedoria. Este é o caso da coruja na Grécia antiga. A coruja e, especificamente, a "Pequena Coruja" (Athene noctua), era símbolo da deusa Atena. Um dos epítetos da Atena é "Glaukopis", significando olhos brilhantes.Etimologicamente, esta palavra deriva de "Glaucos", significando brilhante e "Ops", que significa olho. É digno de nota que a palavra "Glaux" (coruja) tem a mesma raiz, aparentemente devido aos olhos exclusivos do pássaro.


Então, o pássaro que vê na escuridão está intimamente associado à Atena, a deusa da sabedoria. Atena foi retratada com sua ave sagrada nos Tetradracmas atenienses, moedas cunhadas em várias versões por cerca de 400 anos. A coruja foi protegida e habitava a Acrópole em grande número, acreditando se trazer vitória nas batalhas. A pequena coruja também mantinha um olho no comércio ateniense, do verso do Tetradracma.

Em latim é Noctua, “ave da noite”. Noturna, relacionada com a lua, a coruja incorpora o oposto solar. Observem que Atena é irmã de Apollo (Sol). É símbolo da reflexão, do conhecimento racional aliado ao intuitivo que permite dominar as trevas. Apesar de haver uma forte associação desta ave à escuridão e a sentimentos tenebrosos, o que é natural a um ser noturno, o fato de ela ter sido (devido a suas específicas características) atribuída à deusa Athena também a tornou símbolo do conhecimento e da sabedoria para muitos povos.

A coruja é uma excelente conhecedora dos segredos da noite. Enquanto os homens dormem, ela fica acordada, de olhos arregalados, banhada pelos raios da sua inspiradora Lua. Vigiando os cemitérios ou atenta aos cochichos no breu, essa ambaixadora das trevas sabe tudo o que se passa, tendo-se tornado em muitas culturas uma profunda e poderosa conhecedora do oculto.


A coruja tornou-se assim atributo tradicional dos mânteis, daqueles que praticam a mântica, a arte do divinatio, da adivinhação, simbolizando-lhes o dom da clarividência.


Athene-Noctua
Essa é mais parecida com a que esta aqui em casa


Eis a ave da deusa da Sabedoria e da Justiça: atenta coruja, cujo pescoço gira 360º, possuidora de olhos luminosos que, como Zeus, enxergam “O todo”. Devido a todos esses atributos, a Coruja simboliza também a Filosofia, os Professores e nossa proposta de Conhecimentos Sem Fronteiras: integrar todas as formas de conhecimento com o olhar para O Todo.
Bem lindas energias eu poderia ficar aqui descrevendo todas as Deusas que a coruja tem ligaçao, mas estou a correr porque tenho que sair.

Nao fiz uma homenagem como gostaria, neste momento, so quis compartilhar o presente que ganhei, humm o que sera que ela veio me avisar....

Beijinhos encantados

LUZ E HARMONIA

Caillean )0(



segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O Trabalho Interior de Uma Bruxa





Aquela palavra que tenho usado bastante neste blog "transe", o que significa na verdade?  Podemos dizer que ela nos leva  a ter  uma ligaçao direta com o poder de lançar feitiços. E também quer dizer um estado no qual o futuro pode ser vaticinado, e, pode-se comungar com os espiritos da natureza assim como com outros planos dimensionais.


Por meio do transe ou estado alterado de consciencia , as mudanças acontecem.

Voce pode emprega-lo fora ou dentro de um circulo. Aqui vamos falar de seu uso fora dele. O transe é a magia interna, a comunhao sentida com as fontes de nossas vidas. É tambem um meio de transformaçao.Por que as mudanças durante o transe, imaginado ou "visto" diferentemente, sao sempre seguidas de modificaçoes exteriores, se a imagem é acompanhada por suficiente "carga" emocional (catarse).

Nao esqueça isso, pois em transe voce pode mexer com seu estado de humor para o bem ou para o mal, e mesmo com sua saude, como tem sido averiguado no mundo todo por terapeutas e psicoterapeutas.




Para uma Bruxa, o transe é a verdadeira essencia e alma de toda a magia. E acontece muitas vezes onde o ritual ainda nao é apropriado -- quando a bruxa esta despreparada para o ritual, precisando meditar ou buscar mais direcionamento ou tornar-se mais firme em seus objetivos.


E se a realizaçao dos ritos é o trabalho externo, o transe, por sua vez, é o trabalho interno que toda bruxa deve realizar. Em transe, ele ou ela sempre deve encontrar a Deusa ou  o Deus e o Caminho, onde quer que seja, e nao apenas em horas predeterminadas e dentro do circulo mágico. O transe é a verdadeira fonte de habilidade da Bruxa.


Antes de voces terem vivenciado festivais de passagem de ano e celebrado fases da Lua, nao terá placas sinalizadoras indicando Dominios Interiores nem Mapas ja existentes para traçar os próprios mapas e caminhos. E ate que voce perceba a Deusa como criadora e mantenedora de toda a vida, com o Deus, seu consorte, ambos co-criadores e guias, nao terá pontos de referencia espirituais.


Isso nao significa que aquelas que nao sao bruxas nao tenham tal referencia. Existem outros caminhos. Há outros modos. Mas aventurar-se nas veredas interiores sem nenhuma estrutura referencial, sem qualquer conhecimento verdadeiro, é um risco que causa instabilidade emocional e psiquica.

Voce talvez se assuste quando se exagera nos perigos, mas nao é, pois a juventude abre centros psiquicos, usando drogas em circunstancias erroneas, sem orientaçao ou conhecimento interior algum. Personalidades fragmentadas e vidas destruidas tem sido o resultado, pois a desintegraçao astral, uma destruiçao psiquica se manifesta, é vivida no mundo "real", com grande dor e confusao.


Uma bruxa (ou bruxo) nao precisa correr este risco, pois ela encontra seres astrais e eventos com sabedoria, respeito e perícia psiquica. O senso do sagrado, a primeira condiçao de respeito, é inatamente sua. Ninguem pode ser bruxa verdadeira sem esse senso. Mas a sabedoria, que voce corretamente deve ter é algo a conquistar assim como as pericias psiquicas.


Quando for experiente, sem duvida voce se arriscará astralmente, de acordo com suas escolhas. Os riscos serao medidos por um julgamento sadio com sabedoria.

Todas as religioes do mundo usam as tecnicas de transe e meditaçao de alguma forma. O que acalma a mente lógica, tranquilizando-a, em repouso, para que o transacional possa aparecer e se reintegrar.


Mantras, mandalas, posiçoes especiais de ioga, tambores, cantos, danças e determinadas musicas sao algumas das muitas tecnicas usadas para alcançar estados alterados de consciência.


Como Bruxas solitárias, praticamos os rituais criando um espaço sagrado e dançando e cantando dentro dele. Mas também podemos entrar no mesmo estado de "lucidez sonhadora" por meio da visualizaçao, uma rotina mental que nos leva para o nosso interior e aprofundada a consciencia, trabalhando como simples autoprogramaçao. Em outras palavras, a visualizaçao inicial instrui a mente para voltar-se ao seu interior. É o que fazemos. A melhor maneira de compreender isso é praticando.


Pratica

Como em qualquer outra atividade mágica, voce deve estar livre de interrupçoes. Tire o fone do gancho e avise que nao quer ser interrompida. Se o lugar for frio agasalhe-se, pois a temperatura de seu corpo cairá quando estiver em transe.O coraçao e a respiraçao tornam-se mais lentos, como no sono.

Crie ou imagine um circulo azul (da cor do céu) em torno do espaço onde voce esta como uma proteçao energética. Faça isso usando sua vontade e sua intençao.


Sente-se confortavelmente, numa posiçao relaxada como a  posiçao de "lotus" Ou use uma poltrona com o encosto quase reto, sao posiçoes ideais para se começar. Nao cruze braços e pernas. E comece a relaxar.

Inspire longamente e expire pela boca ou pelo nariz por umas seis vezes aí ja começa a sentir que esta mais relaxada e tira a ansiedade e o ritmo energético do dia. Faça com calma e pausadamente.

Depois comece a contrair os musculos e descontrair começando pelos pes, a cada contraçao e descontraçao coloque uma inspiraçao e uma expiraçao, (a respiraçao nos exercicios muitas vezes é tão importante quanto o proprio exercicio e devagarinho venha subindo ate a cabeça. Passe por cada pedacinho do seu corpo inclusive maos. Voce sentirá um pouco de dificuldade em relaxar ao redor dos olhos e da boca, a principio, mas conforme vai fazendo o exercicio voce vai melhorando e aperfeiçoando sua tecnica à sua maneira.

Quando se sentir completamente relaxada deixe, na primeira vez sua mente vagar, ela precisa passar todos os problemas como um filme, nao pare em assunto nenhum, deixe-o ir e com a pratica voce chegará a um extado onde se sentira totalmente diferente, o seu corpo estará mais leve ou mais pesado, mais frio ou mais morninho.

Este é um exercicio de relaxamento comum, mas muitos praticantes ja tem algum insight neste inicio ,entao nao se assuste com coisas como ouvir vozes, sentir vento ou cheiros, afinal voce esta em transe ou num estado alterado de consciencia. Se dê um tempo e aprecie, e se dormir nao tem problema, se nao dormir volte em seu tempo ao seu estado normal, abrindo os olhos e se espreguiçando bem devagar. Depois vá direto ao seu caderno de anotaçoes e coloque todas as suas sensaçoes e experiencias.

Boa jornada!!!

Bem lindas energias este é so o começo de nossa jornada atraves do trabalho interior, existem muitas tecnicas e aos poucos vou postando aqui para voces.

LUZ E HARMONIA

Caillean )0(

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Um Canto de proteçao

Mandala Celta





Lindas energias estou cuidando com muito carinho do proximo post entao como achei lindo este canto de proteçao, mesmo em ingles por favor entre na musica, veja as figuras, se sinta protegida, e assim que puder faço a traduçao. Voces sabem que sempre que encontro algo novo e bonito eu divido com voces, e este vem muito a calhar com a proxima postagem.

LUZ E HARMONIA

Caillean )0(

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Mais um Selinho - Selo Dardos


Sempre fico feliz em ganhar um selo e este eu recebi da minha doce amiga arKana do blog Locais Sagrados.

"O Prémio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras."



E as regras são:


- Exibir a imagem do selo no blog


- Exibir o link do blog que você recebeu a indicação


- Escolher 10, 15 ou 30 blogs para dar a indicação e avisá-los.

Indico este lindo Selo para todos aqueles que sigo, independentente que tenham ganhado tambem, pois fica a minha intençao de compartilhar com todos.

Como a arKana falou a cada dia aprendo muito com todos eles e os tenho como uma grande familia, daria para voce tambem arKana, pelo que o Selo representa em si :)

Entao os blogs que estao ali no ladinho direito da "Casa da Floresta" por favor recebam este selo com todo meu carinho.

LUZ E HARMONIA

Caillean )0(

sábado, 30 de outubro de 2010

Samhain - A Roda do Ano Gira e Gira, mais um Novo Ano que se inicia!!!




Samhain (madrugada de 31 de outubro para  1 de novembro)



O Deus Morre para renascer no dia 21 Dez (Yule) como a Criança da Promessa


É também o encerramento do ano das Bruxas por isso conhecido, também como "Dia das Bruxas" e também se comemora o Halloween, Um Novo Ano se inicia.




Em todos os anos falo sobre o Samhain e voces podem ler sobre ele (procure no indice - Samhain), entao vamos fazer, este ano um Ritual mais elaborado.


Ritual


Em casa:


Antes de sair de casa para o ritual, cada membro do Coven prepara um prato com bolos e bebidas e uma vela acesa com oferenda para os seus mortos queridos, e passa algum tempo recordando a memoria de amigos e parentes que se foram. Agradece e pede bençaos, também, aos antigos.


Ja no Coven


O altar pode ser decorado com flores de outono. Uma maçã e uma romã sao colocadas no altar e, no centro do circulo, encontra-se um cristal ou tigela de contemplaçao.


O Circulo se reune, faz uma meditaçao de respiraçao e a sacerdotisa diz:


-- Esta é a noite em que o véu que divide os mundos torna-se tênue.


Este é o Ano-Novo na hora da morte do ano, quando a colheita foi feita e os campos estao vazios. Pois, esta noite, o rei do ano que se encerra navegou para o mar sem sol, que é o ventre da mae, e aporta na Ilha Resplandecente, o luminoso ovo do Universo, tornando-se a semente de seu proprio renascimento.




Os portoes da vida e da morte estao abertos; o Filho do Sol é concebido; os mortos andam e, para os vivos, o mistério é revelado: cada fim é apenas um novo inicio.




Encontramo-nos no tempo fora do tempo, em todos e em nenhum lugar, aqui e la, para saudarmos o Senhor da Morte que é o Senhor da Vida e a Deusa Triplice que é o circulo do renascimento.


Purifique, disponha o circulo e invoque a Deusa e o Deus.

Todos se dão as maos e começam um cantico...



É o grande frio da noite, é a escuridade (repita)
A mulher vive, ela passa, ela morre.
É o grande frio da noite, e é escuridao
O medo vive, ele passa, ele morre.
É o grande frio da noite, é a escuridade.


(Continue com versos improvisados)




Enquanto o cantico prossegue, o sacerdote e a sacerdotisa colocam uma venda sobre os olhos de cada membro. Um por um, ele sao conduzidos para fora do circulo, girados e organizados em forma de "navio", alinhados um longo triangulo, com as maos sobre os ombros dos outros, balançando-se para a frente e para trás. O sacerdote enrola um cordao em seus pulsos, unindo-os.


Os membros do coven cantam, suavemente:


Tecendo o fio do navio prateado
da alvura translucida
navega nas ondas
do mar escuro tecendo (etc. repita)


Quando cada pessoa embarca no "navio" recebe uma palavra ou frase para repetir: "Tecendo, tecendo, tecendo" ou "Navega nas ondas, Navega nas ondas", por exemplo, de modo que um ritmo complexo e hipnotico se desenvolva. Continue até que os membros do coven entrem em transe.


O cantico altera-se para:

Guerreiro pérola-acinzentado, procura fantasmagorica,
Principe de crepusculo, navegando para o oeste!
Desenvolva o poder, aguarde pelo silencio.


O Sacerdote avança e diz:


Enxergamos o contorno da margem longinqua.
Veja a luz sobre as ondas, um manto,
Um caminho a ser seguido.
Caminhe sobre as ondas, desembarque em terra firme.
Retire suas amarras e seja livre!


Os membros do coven rompem suas ataduras.


E falam:

Pois aqui nao há amarras.
Livres-se dos veus que impedem sua visao!


Os membros do coven removem as vendas de seus olhos:

O Sacerdote diz:


Pois aqui todos os olhos se abrem!
Voces, guerreiros, aqui suas batalhas acabaram.
Voces, trabalhadores, aqui suas tarefas foram realizadas!
Voce, que foi ferido, aqui encontre cura!
Voce, que esta cansado, aqui encontre repouso.
Voce, que esta velho, aqui se rejuvesneça!
Pois esta é a terra da juventude,
A terra resplandecente, a ilha das maçãs,
Aqui os bosques jamais se extinguem; aqui há uma arvore, o cerne
da LUZ,
E um poço de silencio
Entregue-se, entregue-se ao sono, ao lado daquele profundo e verde
 poço.


Membros do coven deitam-se, mirando o cristal de contemplaçao. Dao inicio a uma induçao de transe com vozes multiplas, enquanto o sacerdote prossegue:

E siga-O --Ele está aqui...
O confortador, o consolador,
O descanso do coraçao, o fim da tristeza.
Ele é o guia : o portao esta aberto.
Ele é o guia : a morte não é uma barreira....
Pois Ele é o senhor da dança das sombras...
Rei no reino dos sonhos.


Todos contemplam juntos, silenciosamente, ou dizendo o que vêem. Permita um longo periodo: esta é a melhor noite do ano para a contemplaçao.


Quando todos tiverem retornado, o sacerdote e a sacerdotisa dirigem-se para o altar. Ela toma a romã e eleva-a, dizendo:

Eis a fruta da vida..."


Ela enterra seu athame nela e parte a fruta, dizendo:

"...Que é a morte!"

Alimentam-se mutuamente(Sacerdotisa e Sacerdote), bem como os membros, com as sementes, enquanto dizem:

"Provem as sementes da morte..."


Ela segura a maçã, dizendo:

"Eis a fruta da morte..."



 Ela corta em forma de uma cruz, dizendo:
 
" Que é Vida!",
 
 e a eleva para mostrar o pentagrama formado pelas sementes e diz:
 
"Vejam a estrela quintupla do renascimento!"
 
Todos recebem um pedaço de maçã e um gole de bebida, enquanto dizem :

"Prove a fruta do renascimento e beba da taça da bebida da vida."
 
Todos se dao as maos e as erguem.
 
A Sacerdotisa diz:
 
-- Eis o circulo do renascimento. Através de voce (ao Sacerdote) tudo passa para fora da vida, mas através de mim tudo pode renascer novamente.
 
Tudo passa, tudo se transforma. A semente torna-se fruta; a fruta torna-se semente.
 
Nascendo, morremos; com a morte, nos alimentamos. Conheça-me e liberte-se de todo medo, pois meu ventre é o caldeirão do renascimento.
 
Em mim o Circulo sempre gira.
 
Todos: Abençoada Seja!
            

Podem festejar com comes e bebes, danças e brincadeiras e para encerrem o Circulo.




OBS : Quem quiser fazer o famoso Ritual de Queimar o velho e pedir o novo de um pulinho no )0(Feitiços)0(



Nota : A Maça quando cortada na horizontal tem, geralmente, 5 sementes que forma o pentagrama, por isso é uma fruta tao importante na Magia.



 
UM ABENÇOADO SAMHAIN PARA TODOS
FELIZ ANO NOVO!!!
  31/10/2010
 
 
 


LUZ E HARMONIA

Caillean )0(

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A Roda do Ano - Vida - Morte - Renascimento

Roda do Ano
Hemisferio Norte


Eu já expliquei a Roda do Ano  e cada um dos seus Festivais, mas achei que seria muito interessante e, tambem, um outro
 modo de entender
atraves deste texto que dá uma demonstraçao
bem simplificada de como ela funciona.


Apaixonado, o Deus Cornífero, mudando de forma e mudando de rosto, busca sempre a Deusa. Neste mundo, a procura e a busca surgem na RODA DO ANO.

Ela é a Grande Mãe que dá à Luz ele como a divina Criança do Sol, no Solsticio de Inverno. Na primavera, ele é o semeador e semente que germina com a luz crescente, verde com os novos brotos.

Ela é a iniciadora que ensina a Ele os mistérios. Ele é o jovem touro; Ela , a ninfa sedutora.

No Verao, uando a luz é mais duradoura, unem-se, e a força de sua paixao sustenta o mundo (ver Beltane o trecho do livro da
Marion Z.Bradley).

Mas a face do Deus escurece à medida que o Sol enfraquece, até que, finalmente quando o grão é colhido Ele tambem se sacrifica ao Self a fim de que todos possam ser nutridos. Ela é a ceifeira, o túmulo da terra ao qual todos devem retornar, durante as longas noites e dias que escurecem, ele dorme em seu ventre; em seus sonhos, ele é o Senhor da Morte que rege a Terra da Juventude, além dos portais da noite e do dia.


Sua sepultura escura torna-se o útero do renascimento, pois no meio do inverno Ela dá, novamente, à Luz, Ele.

O Ciclo termina e começa outra vez, e a RODA DO ANO gira, ininterruptamente.


Roda do Ano
explicando o que acontece em
cada ciclo.



Roda do Ano com um desenho especial.

Nota : No Hemisfério Sul estas festas são comumente deslocadas por seis meses para coincidir com as estações locais.


Algumas pessoas ainda seguem o Hemisfério Norte e outras estao começando a seguir o Hemisferio sul. Na minha opiniao as duas opçoes estao corretas, pois quem segue o Norte, segue uma Egrégora muito antiga e poderosa, e os que seguem o Sul estao começando a criar uma egrégora ainda um pouco mais fraca em relaçao ao Norte, porém mais forte em relaçao a Natureza. Apesar de nao termos as estaçoes do ano tao nítidas como se consegue VER no Norte, elas estao presentes todo ano.
Aconselho a quem nao se decidiu ainda, a usar aquela que se sente melhor, e sempre colocar algo do outro Hemisfério para que tudo transcorra tranquilamente.

Resolvi escrever sobre isto ja que sei de pessoas que celebraram o Yule em Junho e a energia nao foi tao forte se
o celebrassem em Dezembro.

A própria Igreja Católica colocou suas festividades sempre
associadas as antigas tradiçoes e
ainda usando muito do folclore antigo, nelas.
Entao, enfatizo que a pessoa faça da maneira que se sinta
melhor seja seguindo o Norte (Egrégora) ou o Sul (Natureza)

Para aqueles que realizam os festivais 
 entre quatro paredes dentro de um
círculo, eu apenas gostaria de dizer que neste circulo estamos
no que se chama mundo entre mundos, ou outra dimensao, entao a importancia dos Hemisferios se dissipa.


Aproveitem bastante o Hallowen para aqueles que apenas seguem uma tradiçao de brincadeiras e o Samhain (Ano novo Celta) para aqueles que seguem os Ritos antigos..afinal o  dia 31 está chegando...

Mas para os dois serve dizer que o muro que separa
as dimensoes esta mais tenue, por isso
se consegue falar com seus ancestrais.




Obs: Pesquisem todos os Festivais Antigos ligados a Roda do Ano e façam uma analogia com todas as festas da Igreja Católica. Você irá se surpreender. :)


LUZ E HARMONIA

Caillean )0(

sábado, 23 de outubro de 2010

Halloween ou Dia das Bruxas




Normalmente a este tempo eu ja estaria preparando um post sobre o Sabbath de Samhain, porem como o Halloween originou-se dele, que era um festival do calendário Celta da Irlanda, ainda hoje celebrado entre Bruxos e Wiccanos em 31 de outubro e 2 de novembro.


Ele marca a morte do Deus e a entrada do Ano Novo Celta, resolvi falar um pouco dessa grande comemoraçao pelo lado do Halloween antes de falar propriamente do Samhain que significa literalmente "Fim do Verao".




A origem do Halloween remonta às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C, embora com marcadas diferenças em relação às atuais abóboras ou da famosa frase "Gostosuras ou travessuras", exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração.







Clique no nome para ver a sua historia





A celebração do Halloween tem duas origens que no transcurso da História foram se misturando:







Origem Pagã


A origem pagã tem a ver com a celebração Celta chamada Samhain, que tinha como objetivo dar culto aos mortos. A invasão das Ilhas Britânicas pelos Romanos (46 A.C.) acabou mesclando a cultura latina com a Celta, sendo que esta última acabou minguando com o tempo. Em fins do Século II, com a evangelização desses territórios, a religião dos Celtas, chamada druidismo, já tinha desaparecido na maioria das comunidades. Pouco sabemos sobre a religião dos druidas, pois não se escreveu nada sobre ela: tudo era transmitido oralmente de geração para geração.


Sabe-se que as festividades do Samhain eram celebradas muito possivelmente entre os dias 5 e 7 de novembro (a meio caminho entre o equinócio de outono e o solstício de inverno). Eram precedidas por uma série de festejos que duravam uma semana, e davamo ao ano novo celta.


A "festa dos mortos" era uma das suas datas mais importantes pois celebrava o que para nós seriam "o céu e a terra" (conceitos que só chegaram com o cristianismo). Para os Celtas, o lugar dos mortos era um lugar de felicidade perfeita, onde não haveria fome nem dor.


A festa era celebrava com ritos presididos pelos Sacerdotes Druidas, que atuavam como intermediarios entre as pessoas e os seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares ou guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.






Origem Católica


Desde o século IV a Igreja da Síria consagrava um dia para festejar "Todos os Mártires". Três séculos mais tarde o Papa Bonifácio IV († 615) transformou um templo romano dedicado a todos os deuses (panteão) num templo cristão e o dedicou a "Todos os Santos", a todos os que nos precederam na fé. A festa em honra de Todos os Santos, inicialmente era celebrada no dia 13 de maio, mas o Papa Gregório III(† 741) mudou a data para 1º de novembro, que era o dia da dedicação da capela de Todos os Santos na Basílica de São Pedro, em Roma. Mais tarde, no ano de 840, o Papa Gregório IV ordenou que a festa de Todos os Santos fosse celebrada universalmente. Como festa grande, esta também ganhou a sua celebração vespertina ou vigília, que prepara a festa no dia anterior (31 de outubro). Na tradução para o inglês, essa vigília era chamada All Hallow’s Eve (Vigília de Todos os Santos), passando depois pelas formas All Hallowed Eve e "All Hallow Een" até chegar à palavra atual "Halloween".





Além disso, foram lhes infligidas multas, altos impostos e até mesmo a prisão. Celebrar a missa era passível da pena capital e centenas de sacerdotes foram martirizados.Produto dessa perseguição foi a tentativa de atentado contra o rei protestante Jorge I. O plano, conhecido como Gunpowder Plot ("Conspiração da pólvora"), era fazer explodir o Parlamento, matando o rei, e assim dar início a um levante dos católicos oprimidos. A trama foi descoberta em 5 de novembro de 1605, quando um católico converso chamado Guy Fawkes foi apanhado guardando pólvora na sua casa, tendo sido enforcado logo em seguida.



Em pouco tempo a data converteu se numa grande festa na Inglaterra (que perdura até hoje): muitos protestantes a celebravam usando máscaras e visitando as casas dos católicos para exigir deles cerveja e pastéis, dizendo lhes: trick or treat(doce ou travessuras).


Mais tarde, a comemoração do dia de Guy Fawkes chegou à América trazida pelos primeiros colonos, que a transferiram para o dia 31 de outubro, unindo a com a festa do Halloween, que havia sido introduzida no país pelos imigrantes irlandeses.Vemos, portanto, que a atual festa do Halloween é produto da mescla de muitas tradições, trazidas pelos colonos no século XVIII para os Estados Unidos e ali integradas de modo peculiar na sua cultura. Muitas delas já foram esquecidas na Europa.



 Novos elementos do Halloween


A celebração do 31 de Outubro, muito possivelmente em virtude da sua origem como festa dos druidas, vem sendo ultimamente promovida por diversos grupos neo-pagãos, e em alguns casos assume o caráter de celebração ocultista. Hollywood fornece vários filmes, entre os quais se destaca a série Halloween, na qual a violência plástica e os assassinatos acabam por criar no espectador um estado de angústia e ansiedade. Muitos desses filmes, apesar das restrições de exibição, acabam sendo vistos por crianças, gerando nelas o medo e uma idéia errônea da realidade. Porém, não existe ligação dessa festa com o mal.


Na celebração atual do Halloween, podemos notar a presença de muitos elementos ligados ao folclore em torno da bruxaria. As fantasias, enfeites e outros itens comercializados por ocasião dessa festa estão repletos de bruxas, gatos pretos, vampiros, fantasmas e monstros, no entanto isso não reflete a realidade pagã.


Etimologia


Posto que, entre o pôr-do-sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome actual da festa: Hallow Evening → Hallowe'en → Halloween. Rapidamente se conclui que o termo "Dia das bruxas" não é utilizado pelos povos de língua inglesa, sendo essa uma designação apenas dos povos de língua (oficial) portuguesa.






Outra hipótese é que a Igreja Católica tenha tentado eliminar a festa pagã do Samhain instituindo restrições na véspera do Dia de Todos os Santos. Este dia seria conhecido nos países de língua inglesa como All Hallows' Eve.






A relação da comemoração desta data com as fadinhas e cogumelos propriamente ditas teria começado na Idade do gelo no seguimento das perseguições incitadas por líderes políticos e religiosos, sendo conduzidos julgamentos pela Inquisição, com o intuito de condenar os homens ou mulheres que fossem considerados curandeiros e/ou pagãos. Todos os que fossem alvo de tal suspeita eram designados por fadinhas e cogumelos, com elevado sentido negativo e pejorativo, devendo ser julgados pelo tribunal do Santo Ofício e, na maioria das vezes, queimados na fogueira nos designados autos-de-fé.






Essa designação se perpetuou e a comemoração do fadoween, levada até aos Estados desunidos pelos emigrantes fadenses (povo de etnia e cultura celta) no século XIX, ficou assim conhecida como "dia das fadinhas", uma lenda histórica.


 Atualmente


Se analisarmos o modo como o Halloween é celebrado hoje, veremos que pouco tem a ver com as suas origens: só restou uma alusão aos mortos, mas com um caráter completamente distinto do que tinha ao princípio. Além disso foi sendo pouco a pouco incorporada toda uma série de elementos estranhos tanto à festa de Finados como à de Todos os Santos.






Entre os elementos acrescidos, temos por exemplo o costume dos "disfarces", muito possivelmente nascido na França entre os séculos XIV e XV. Nessa época a Europa foi flagelada pela Peste Negra e a peste bubônica dizimou perto da metade da população do Continente, criando entre os católicos um grande temor e preocupação com a morte. Multiplicaram se as Missas na festa dos Fiéis Defuntos e nasceram muitas representações artísticas que recordavam às pessoas a sua própria mortalidade, algumas dessas representações eram conhecidas como danças da morte ou danças macabras.






Alguns fiéis, dotados de um espírito mais burlesco, costumavam adornar na véspera da festa de finados as paredes dos cemitérios com imagens do diabo puxando uma fila de pessoas para a tumba: papas, reis, damas, cavaleiros, monges, camponeses, leprosos, etc. (afinal, a morte não respeita ninguém). Também eram feitas representações cênicas, com pessoas disfarçadas de personalidades famosas e personificando inclusive a morte, à qual todos deveriam chegar. Possivelmente, a tradição de pedir um doce, sob ameaça de fazer uma travessura (trick or treat, "doce ou travessura"), teve origem na Inglaterra, no período da perseguição protestante contra os católicos (1500 1700). Nesse período, os católicos ingleses foram privados dos seus direitos legais e não podiam exercer nenhum cargo público.



Opa ia esquecendo de avisar...





LUZ E HARMONIA
Caillean)0(

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Magia, as Bruxas e a Wicca



É conhecimento comum, mesmo entre as massas, que as Bruxas praticam magia. Pode haver idéias distorcidas acerca do tipo de magia praticado, mas a Bruxa é firmemente associada, na cultura popular, às artes mágicas.


A Wicca é uma religiao que engloba magia como um de seus conceitos basicos. Isto nao é estranho. Na verdade, é normalmente dificil distinguir onde termina a religiao e onde começa a magia, em quanlquer fé.


Ainda assim, a magia tem papel especial na Wicca. Ela nos permite melhorar nossas vidas e desenvolver energia ao nosso tao maltratado planeta.


Os Wiccanos tambem estabelecem relaçoes especiais com a Deusa e com o Deus por meio da magia. Isto nao quer dizer que todo encantamento é uma oraçao, nem sao as invocaçoes encantamentos com palavras diferentes. Ao trabalharmos com as forças que a Deusa e o Deus encarnam , nos nos aproximamos deles. O ato de chamarmos por seus nomes e visualizarmos sua presença durante os encantamentos e ritos cria um elo entre o Divino e os humanos.

Assim, na Wicca, a magia é uma pratica religiosa.

Definir a magia, surpreendentemente esta é uma tarefa dificil. Uma definiçao bem simples mais recente e refinada é:

" A Magia é a projeçao das forças naturais para gerar efeitos necessários."

Há tres fontes principais de tal energia:

O Poder Pessoal

É a força vital que sustenta nossas existencias terrenas. Ela move nossos corpos. Nós absorvemos energia durante os movimentos, os exercícios, o sexo e o parto. Até mesmo respirar libera energia, apesar de recuperarmos o que foi perdido com as inspiraçoes.

Na magia, o poder pessoal gerado, imbuído de um proposito específico, liberado e direcionado ao seu objetivo.


O Poder da Terra

É o que reside no interior de nosso planeta e em seus produtos naturais. Pedras, árvores, o vento, as chamas e a agua, cristais e aromas possuem poderes unicos, especificos, que podem ser utilizados durante rituais de magia.



Um Wiccano pode mergulhar um cristal de quartzo em agua salgada para limpa-lo e em seguida pressiona-lo contra o corpo de uma pessoa doente para enviar suas energias curativas. Ou, ainda, ervas podem ser espargidas ao redor de uma vela acesa para produzir um efeito mágico especifico. Oleos sao aplicados no corpo para efetivar alteraçoes internas.

Tanto o poder pessoal como o da Terra sao manifestaçoes do Poder Divino.

Poder Divino:


Esta é a anergia existente na Deusa e o Deus -- a força vital, a fonte do poder universal que criou tudo aquilo que existe. A dualidade, a polaridade vinda de uma unica e indescritível fonte a que chamamos a Fonte de Poder Universal.


Os Wiccanos invocam a Deusa e o Deus para abençoar sua magia com poder. Durante os rituais eles podem direcionar o poder pessoal às deidades, pedindo para que uma determinada necessidade seja atendida. Isto é magia verdadeiramente religiosa.


Portanto, a magia é um processo pelo qual os Wiccanos, operam em harmonia com a Fonte do Poder Universal, a qual visualizamos como a Deusa e o Deus, assim como com as energias pessoal e da Terra para que melhoremos nossas vidas e para levar energia à Terra. Magia é um metodo pelo qual os individuos, sob predestino nenhum que nao o por eles mesmo determinado, assumem o controle da sua vida.

Ao contrario do que reza a crença  popular, a magia nao é sobrenatural. Na verdade, é uma pratica oculta (escondida) imbuída em milenios de segredos, calúnias e desinformaçao, mas é uma pratica natural que se utiliza poderes genuinos ainda nao descobertos ou catalogados pela ciencia.



Isto nao invalida a magia. Nem mesmo cientistas declararam saber tudo sobre nosso universo. Se assim o fizessem, o campo da investigaçao cientifica simplesmente nao existiria.



Os poderes que que os Wiccanos utilizam um dia serao documentados e assim perderao seus mistério. Tal ja ocorreu, em parte, com a hipnose e a psicologia, e pode em breve acontecer com a percepçao extra-sensorial.


O magnetismo, sem duvida, era um aspecto firmemente estabelecido da magia até ser "descoberto" pela ciencia. Mas, ainda hoje, ímãs sao utilizados em encantamentos e talismãs, e tais forças despertam antigos sentimentos estranhos.



Brinque com dois ímãs. Veja as forças invisíveis resistindo-se e atraindo-se de uma maneira aparentemente sobrenatural.



A Magia é similar. Apesar de aparentar ser completamente ilógica, sem embasamento em fatos, ela funciona de acordo com suas proprias regras e lógica. So porque nao é plenamente compreendida nao quer dizer que ela nao exista.


A Magia é eficaz para causar manifestaçoes de mudanças necessárias. Isto nao é enganar-se a si mesmo. A Magia praticada de modo correto funciona, e nenhuma tentativa de explicaçao alterará este fato.




Há muitos modos de se praticar magia. Os Wiccanos geralmente escolhem formas simples e naturais, apesar de alguns preferirem cerimoniais elaborados. Normalmente, entretanto, envolvem ervas, cristais e pedras; a utilizaçao de simbolos e cores; gestos mágicos, musicas, voz, dança e transe; projeçao astral, meditaçao, concentraçao e visualizaçao.


Há, literalmente, milhares de sistemas de magia, mesmo entre os proprios Wiccanos. Por exemplo, existem inúmeros modos magicos de trabalhar com cristais, ervas ou simbolos, e combinando-os criam-se ainda mais sistemas.


Foram publicados muitos e muitos livros sobre sistemas de magia, porem tais sistemas nao sao necessarios para uma pratica bem-sucedida. Praticar magia com a mera manipulaçao de instrumentos como ervas e cristais é ineficaz, pois o verdadeiro poder da magia esta dentro de nós mesmos - o Dom Divino.


Portanto devemos infundir o poder pessoal à necessidade, e em seguida libera-lo . Na magia Wiccana, o poder pessoal é reconhecido como uma ligaçao direta com a Deusa e o Deus. A magia, portanto, é um ato religioso com os quais os Wiccanos se unem a suas deidades para melhorarem a si mesmos e ao seu mundo.


Isto é relevante - a magia é uma pratica positiva. Os Wiccanos nao praticam magia destrutiva, manipulativa ou exploratória.
Uma vez que reconhecem o poder atuante na magia é, em sua essencia, proveniente da Deusa e do Deus, práticas negativas constituem um verdadeiro tabu. Magia "maléfica" é um insulto a si mesmo, à raça humana, a Terra, à Deusa e ao Deus, e ao proprio Universo. As consequencias podem ser imaginadas.

A energia da magia é a propria energia da vida!

Qualquer bruxo pode praticar magia - dentro de um contexto religioso ou nao. Se certas palavras ou gestos surgem em sua mente durante um encantamento e parecem adequados, use-os.


Se nao conseguir encontrar um ritual que lhe agrade ou que seja apropriado para suas necessidades, crie um. Não é necessário escrever belas poesias ou criar coreografias para trinta dançarinos portando incensos e treze sacerdotizas cantantes.


Pelo menos, acenda um vela, acomode-se diante dela e concentre-se em sua necessidade magica. Confie em si mesmo.


Se realmente desejar conhecer a natureza da magia, pratique-a! Muitos temem a magia. Aprenderam (com nao-praticantes) que ela é perigosa. Nao tema. Atravessar a rua tambem é perigoso. Mas, se fizer do jeito certo, tudo bem. Se sua magia possuir amor, nao correrá nenhum risco.


Chame pela Deusa e pelo Deus para protege-lo(a) e ensinar-lhe os segredos da magia. Peça a pedras e plantas que lhe revelem seus poderes - e preste-lhes atençao. Leia o quanto puder, descartando informaçoes negativas e perturbadoras.


Aprenda pela prática, e a Deusa e o Deus o abençoarao com tudo aquilo de que realmente necessita.


Fonte: Scott Cunnigham


LUZ E HARMONIA

Caillean )0(

Podera lhe interessar...

Related Posts with Thumbnails