sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

AINDA NO MUNDO DAS FADAS


O mundo das fadas é o reino místico deste folclore, destas pequenas pessoas que escondem-se embaixo de folhas. Colhem gotas de orvalho, voam por toda parte apanhando nectar e a luz do entardecer une-se à sua luz de fada. Agora você irá conhecer algumas histórias de seres mágicos, criadas pelo antigo povo da bretanha. Entre na lenda...




CANÇAO PARA CHAMAR AS FADAS


Venham fadas para a sua morada! Venham em sua hora dourada!

Venham até nós por favor! Fadas dancem! Dancem com louvor!

Espíritos do Ar! Formosas criaturas do lar!

Venham fadas, venham me abraçar!

Estou aqui para te contemplar!

Escutem a minha canção!

Me ajude com sua varinha de condão!

Venham enfeitar a natureza!
E seduzir a todos com sua mágica pureza!


Duendes e Fadas

Os duendes escondem-se em folhas e árvores, dispersando-se pela relva dos bosques. O caminho das fadas é fácil de se encontrar, se você lembrar de não procurá-lo. Feche seus olhos, você cairá no mágico reino, que passos não podem encontrar.



Asparas

Geralmente mulheres, também conhecidas como dançarinas do céu. Elas abençoam os humanos em fases importantes de suas vidas, e são vistas freqüentemente em casamentos. Elas vivem em árvores de figo e às vezes aparecem aos estudiosos ou cientistas, os seduz e os deixam, para terem certeza que não se arriscarão em áreas que o mundo dos espíritos julga impróprio.




Audah, Aurah e Aujah (a origem dos metais ouro, prata e bronze)
Três fadas com grandes poderes mágicos. Seus nomes eram Audah, Aurah, e Aujah. Elas foram mulheres jovens, com faces inteligentes e usavam belos vestidos.


Audah (tem cabelos dourados, olhos azuis, e pele dourada)


Aurah, (com seus cabelos castanhos, olhos cinzentos e pele marrom)
Aujah (possuía lindos cabelos brancos como a neve e olhos castanhos)


Elas viveram com os Flatheads, os que as serviam e obedeciam às suas ordens. Elas também ajudaram os Skeezers a construirem uma cúpula protetora em torno da bela Ilha Mágica. A Rainha Coo-ee-oh cobiçava seus poderes, e assim transformou: Audah em ouro, Aurah em bronze e Aujah em prata; e as lançou no Lago Skeezer. Mas antes puderam pôr uma maldição na Rainha má: morrendo algum peixe-dourado do lago, a Rainha então perderia toda a sua magia, sucumbindo até a morte.

Beanshee (Pronuncia-se Bian Si)


Os escocêses a denominam de Bean-Nighe. Ela é um espírito da morte Irlândes. Tem os cabelos muito longos e seus olhos são vermelhos e molhados por estar sempre chorando. É a mensageira da morte, quando alguém a vê, sabe que sua morte é próxima...

Fir Darrig (Pronuncia-se "Fier Dirg")


São fadas conhecidas por serem brincalhonas e piadistas. Gostam de pregar peças, e você tem que estar sempre disposto a participar de seus jogos e charadas. Seja legal com elas, pois do contrário, podem não lhe contar o fim de uma piada...






Aquilo que o ser humano vê, ouve e sente nos primeiros anos de vida é normalmente chamado de fantasia. Mas será mesmo?... Os anos passam e a ignorância toma conta da mente, que perde a sua pureza e apreende aquilo que a sociedade lhe impõe. Ou seja, perdemos a capacidade de subir ao mundo astral, perdendo o contacto com o fantástico mundo das fadas. Mas elas continuam a coexistir com os humanos e o seu espaço físico.

Não acreditar nesses seres etéreos pode mesmo tornar-se perigoso, pois sem querer estamos a duvidar de mundos paralelos ao nosso que têm uma importância enorme para o equilíbrio e preservação do planeta. As fadas têm uma personalidade própria, os seus sentimentos, ideias e talentos. Tal como nós, são bastante sensíveis, tendo as suas manias, podendo gostar ou odiar certos elementos da natureza.
Elas podem proteger e ajudar em determinadas áreas, mas podem também provocar incidentes ou causar problemas. A melhor maneira de chamar estes pequenos seres ao seu convívio é convidá-los a entrar em sua casa e não exigir a sua presença. Segundo a tradição, as fadas são bastante receptivas a presentes, especialmente se lhes oferecer pão, leite, manteiga e bolos, mel, maças e outras frutas, inclusive frutas secas.
Fadas que Protegem o Lar



Ban-tee (estas palavras têm o significado literal de dona de casa)



As fadas Ban-tee podem ser encontradas a vigiar as crianças e os pequenos animais de estimação. Dizia-se na antiguidade que executavam todas as tarefas das mães quando estas estavam demasiado cansadas ou enquanto dormiam.
Nessa altura eram elas que protegiam as crianças, evitando que corressem qualquer tipo de risco. A fada Ban-tee adora morangos frescos, cremes doces e tudo o que pede em troca destas guloseimas é que a deixem vigiar o lar.


Brownie
De origem escocesa, tem um aspecto físico pouco feminino, a pele escura e aparece sempre vestida de verde, azul ou castanho, com uma pequena capa sobre os ombros. Procura um ser humano que aceite os seus préstimos e dedica-se a ele para toda a vida. Mas para que isso aconteça a pessoa tem de ser humilde, simpática e meiga. É esta fada que pode afastar de casa todos os maus espíritos. Procura sempre uma casa quente, mas não admite a existência de gatos. Adora receber como presentes leite, mel e pequenos objectos feitos em madeira.

Gan-cahn-ock
De origem irlandesa tem os olhos rasgados e as orelhas bicudas. Distingue-se por ser muito pequena e por ter um sorriso maquiavélico. Tem umas asas minúsculas que podem aparecer e desaparecer e adora pregar peças aos seres humanos, principalmente aos jovens. Gosta de estar em locais quentes, de receber leite com açúcar e quando se dedica a um lar específico, protege-o de roubos e incêndios.




Tomtra
Do sexo masculino, aparece sempre com uma capa verde e um fato castanho, cor de terra. É de origem finlandesa e adopta uma casa onde permanece a tempo inteiro, mas para que isso aconteça tem de se sentir recompensada. Caso não existam contrapartidas, pode tornar-se vingativa, acabando com toda a boa sorte do lar. Deve receber doces, geleia e mel puro em pequenas tigelas de vidro.
Fadas que Protegem Pessoas
Din-geth-ai-noon
Irlandesa, está ao serviço da deusa Aine, que protege especialmente a mulher. Pode assumir as mais variadas formas. Dorme na floresta mais próxima da casa da mulher que protege. Para a convidar para a sua casa terá de escrever o nome Aine à entrada da porta e pronunciar em voz baixa todas as manhãs (quando sai de casa) a palavra Dinnshenc.
Guwer-geth-ain-noon
Vinda do País de Gales, belíssima, de cabelos compridos e loiros. Adora crianças e protege as mães. Tem quase o tamanho feminino e habita perto dos grandes lagos. É bastante temperamental e facilmente se ofende. Só sabe contar até ao número cinco (o número mágico das fadas). É especialista em música e adora dançar, aproximando-se dos lares onde houve tocar piano ou harpa.
Twlwyth-tegs
Também do País de Gales, protege pessoas de qualquer idade, sexo, raça ou cor. Vive em grupos e desloca-se para verificar onde a sua presença está á fazer mais falta. Vive em ilhas com nevoeiro onde as tempestades sejam uma constante, pois é na água e na humidade que reencontra as suas energias. Adora jardins e de cuidar das flores, sente-se bem recebida quando lhe oferecem água fresca numa taça branca em sinal de amizade.
Mother Hole
De origem alemã, tem o aspecto de uma mulher idosa e respeitável, reconhece-se facilmente pelos longos cabelos negros e pelo vestido comprido verde-escuro. A sua função é avisar do bem e do mal que se aproxima. Trabalha de modo honesto, mas a recompensa que pede é bastante cara: OURO! Muitas vezes convida as pessoas a visitar a sua residência, no meio das searas, e ajuda-as no seu crescimento espiritual.
Urisks
Embora sendo bastante feia, esta fada de origem escocesa é bastante amigável e procura a companhia do ser humano que deseja proteger ao longo da vida. É muito inteligente e psiquicamente desenvolvida, e encontra-se no meio dos bosques, onde tem a fama de assustar crianças, devido ao seu aspecto despenteado e à sua corcunda pouco estética. Para obter a sua amizade, é apenas necessário oferecer-lhe a sua amizade, visitando-a no bosque, chamando-a e dizendo que precisa do seu apoio. Urisks não pede presentes materiais para socorrer seja quem for.
Fonte : Infelizmente o exto é de um autor é desconhecido, mas depois do outro post sobre as fadas, estava eu a me destralhar, e por "acaso" encontrei este texto muito antigo, as folhas em que escrevi ja estavam amareladas, nada mais justo que passa-lo para voces também. Ele nao detalha mais sobre outros tipos de elementais entao assim que puder falarei um pouco de cada um deles combinado?
As figuras que use são meramente ilustrativas pois infelizmente, pesquisei muito mas nada de encontrar uma figura especifica de cada fada.
Espero que voces façam bom proveito do texto porque eu
ACREDITO EM FADAS e voces?
LUZ E HARMONIA

3 comentários:

Shin_Tau disse...

Olá minha linda Fadinha,

mais uma bela partilha ;)
Antes de masi quero agradecer as tuas sábias palavras, acertaste na mouche!
Mais uma sintonia esta, hoje estive a fazer o ritual da lua cheia e deu-me para dançar como nunca tinha dançado, no fim pensei sobre isso e verifiquei que já tinha oferecido a maça às fadas! Coincidência?
Eu acredito nas fadas, nunca vi nenhuma na sua forma "mais humana", mas às vezes vejo pontos de luzes coloridas, principalmente amarelas no ar e acredito que são elas a visitar-me. Creio já ter visto gnomos, já apanhei um numa foto, juntinho a uma cascata :)

Queria perguntar-te uma coisa. As duas fadas que tenho em estatua cá em casa, foram oferecidas e não traziam nome. Uma é grande, longos cabelos castanhos e não tem olhos, nem boca, nem nariz, apenas uma expressão de serenidade. Umas asas enormes mas a particularidade é que o seu corpo parece um tronco de uma árvore velha. (poderá ser Melior?)
A outra, mais pequena e mais jovem, tem os olhos fechados e está a repousar numa folha. Tem uma perna levantada, cruzada atrás da outra que está fixa no chão. As suas vestes são vermelhas acastanhadas, o cabelo castanho claro (acho-a muito parecida comigo, aliás foi por isso que me foi oferecida ihihihih). (poderá ser a Morgane?)
Depois tenho um gnomo (com asas? será possível?), tem um barete vermelho e as suas roupas também são. Este nãofaço ideia doseu nome ou de um nome possível para ele.
Se me puderes dar uma indicações pessoais ou sobre sites (de confiança) onde possa pesquisar, agradeço. Não tem pressa, quando for possível!

Um beijo mágico do país das fadas para ti, minha doce bruxinha fada

Caillean disse...

Oi doce bruxinha
E as maças ainda estao lindas e perfumadas?
Bem bruxinha tenho alguns autores que falam das fadas mas nenhum dá nomes a estas fadas. Eles falam de fadas e outros elementais de varios lugares, seu aspecto e caracteristicase genio sendo que um deles fala até da evoluçao delas. Compreendo que deve ser meio estranho pois estes seres nao costumam se apresentar...mas ainda estou procurando para voce.
Achei um site da rosane volpato mas la ta tudo misturado ela coloca algumas deusas como fadas, nao gostei.Fala também da Melior mas ainda penso que estes seres nao tem nomes especificos a nao ser o que os humanos deram a eles.
Mas ainda assim tenho mais livros para vasculhar, vamos ver se tem algum autor que indique nomes.
Por enquanto so conheço o que eu postei, que infelizmente é um autor desconhecido.

Espero poder te ajudar e acho que voce mesma pela caracteristica de cada uma pode dar nome a elas, como também aos gnomos.Siga a sua intuiçao.

Beijinhus encantados
)0(

Shin_Tau disse...

Minha doce Amiga,

também gostava que estivesses mais por perto, farias parte do chá das bruxas com toda a certeza ihihihhihi
Sinto que temos sempre muito para partilhar, mesmo quando nem sempre concordamos e isso é tão bom!

Quanto às fadas não te preocupes, elas estão aos poucos a começar a falar comigo e creio que em breve me dirão os seus nomes. ;)
A maçã já vai fazer 15 dias e lá se mantém quase na mesma! Ainda está fresca, que bom!

Obrigada pela tua presença ilumindora no Grimoire e no meu coração!

Beijos mágicos

Podera lhe interessar...

Related Posts with Thumbnails