quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Mabon - A Segunda Colheita - Equinócio de Outono - Dia de Açao de Graças do Paganismo.


Hemisfério Norte - Mabom

Hemisfério Sul  - Ostara

Data nao fixa sempre 20 a 23

Este ano dia 23/09/2010

Mabon (pronuncia-se Mêibon) é também conhecido como Equinócio de Outono ou Lar da Colheita ou Festival da Segunda Colheita. Dia sagrado no paganismo, em especial na religião Wicca.




Simbolismo


Esse sabbat ocorre entre o Primeiro festival da colheita (Lughnasadh) e o Ano novo pagão (Samhain), marca o início do outono, dia santo pagão de descanso da colheita e comemoração, uma época de agradecimento aos Deuses por tudo o que foi colhido e caçado. É uma época de equilíbrio, onde o dia e a noite têm a mesma duração.



Este é o dia de ação de graças do paganismo. Data onde os pagãos honram o Deus em seu aspecto de semente e a Grande Mãe em seu aspecto de Provedora.



O nome Mabon veio de um deus Celtas (também conhecido como Angus), o Deus do Amor. Esta é a ocasião ideal para pedirmos por todos aqueles que amamos, além de todos os que estão doentes ou velhos.



 Costumes e Tradições

É tradição reunir os amigos para um jantar, a fim de celebrar a fartura e comemorar as conquistas.



Também é costume retirar um tempo para dar uma atenção à sua casa, como consertar objetos estragados, restabelecer os estoques ou simplesmente fazer uma faxina. É comum em algumas tradições realizar uma bênção na casa no dia de Mabon.



As noites já começaram a ficar mais longas, desde o Solstício de Verão; aproxima-se a época da partida do Deus para a Terra do Verão, deixando a sua própria semente no ventre da Deusa, de onde renascerá (mantendo o eterno ciclo do nascer-morrer-renascer).



 Correspondências

Em cada um dos oito sabbats da Roda do Ano na religião Wicca existem correspondências específicas para a composição dos rituais baseadas nos simbolismos de cada época.



Plantas e frutos: Flores de acácia, benjoim, madressilva, malmequer, mirra, folhas e cascas de carvalho.



Comidas típicas: Maçãs, nozes, castanhas, amêndoas, milho, amoras pretas, jabuticabas, cravo, além de pães, tortas e outros pratos feitos a partir dos frutos da estação.



Bebidas típicas: Vinhos, cervejas, sidras, além de sucos e outras bebidas preparadas a partir dos frutos da estação (em especial a maçã).



Incensos: cravo, patchouli, mirra, maçã, benjoim e sálvia.



Cores: marrom, verde, laranja e amarela. (Cores outonais no geral).



Pedras: cornalina, lápis-lázuli, safira e ágata amarela.



Ritual

Decore o altar com frutas, flores e cereais.  As pessoas convidadas devem trazer oferendas de agradecimento em formas de brotos, graos ou tecidos.

Cestas de fios, sementes de vagens, conchas e pequenas pinhas sao colocadas ao lado do altar. Um fogo é aceso.

Reuna o grupo faça uma meditaçao de respiraçao.

 A Sacerdotisa diz:


 ESTE É O TEMPO DE COLHEITA, DE AGRADECIMENTO E DE ALEGRIA, DE DESPEDIDA E TRISTEZA.


AGORA, DIA E NOITE SAO IGUAIS, EM EQUILIBRIO PERFEITO, O QUE NOS LEVA A PENSAR SOBRE O EQUILIBRIO E O FLUXO DE NOSSAS PROPRIAS VIDAS.


O REI SOL TRANFORMOU-SE NO SENHOR DAS SOMBRAS, NAVEGANDO PARA O OESTE: SEGUIMO-LO NA ESCURIDAO.


A VIDA ENTRA EM DECLINIO; A ESTAÇAO DA ARIDEZ ESTA CONOSCO. NO ENTANTO, AGRADECEMOS O QUE COLHEMOS E JUNTAMOS.


ENCONTRAMO-NOS PARA GIRAR A RODA E TECER O FIO DA VIDA QUE NOS SUSTENTARÁ ATRAVES DA ESCURIDAO.


Purifique e disponha o circulo.

Invoque a Deusa e o Deus.

Comece com a Dança da Expulsao, movimentando-se no sentido anti-horario.

Uma pessoa grita uma frase, algo que a machucou ou a tolheu, evitando que fosse o que poderia ser.

Os outros participam e a repetem, até que o seu poder enfraqueça.

Entao, outra pessoa grita uma frase, que é repetida pelo restante. Continue até que um cone purificador e de expulsao possa ser elevado e encerrado


Todos sentam-se em circulo e as cestas de fios, sementes, conchas etc passam ao redor do circulo, cada pessoa trança ou tece um fio, entrelaçado com simbolos naturais, concentrando-se no que quer tecer para sua vida.

Enquanto o trabalho prossegue, todos cantam o cântico de "Kore".

Cântico de Kore : Equinocio de outono e da primavera

Seu nome nao pode ser dito,
Sua face jamais esquecida,
Seu poder está prestes a desabrochar,
Sua promessa jamais rompida.

Para o  Outono

Todas as sementes ela profundamente enterra,
Ela tece o fio das estaçoes.
Seu segredo, a escuridao carrega,
Ela ama acima das razões.

Para a Primavera

Todas as sementes adormecidas ela desperta,
O arco-iris é o seu simbolo,
Agora o poder do inverno se encerra
No amor, todas as correntes sao desfeitas.


Ela muda tudo o que Ela toca
Tudo o que ela toca muda. (repetir - cantar)
Mudança é, toque é, toque é, mudança é.
Muda-nos! Toque-nos! Toque-nos! Toque-nos!


Tudo o que é perdido novamente é encontrado
Em uma nova forma, em uma nova maneira.
Todo o mal é novamente curado,
Em uma nova vida, em um novo dia.
(Repita quaisquer e todos os versos)


Quando os fios estiverem tecidos, a sacerdotisa amarra cada um em volta do pescoço de seu criador, dizendo:

EIS O CÍRCULO DO RENASCIMENTO
O FIO DA VIDA
VOCE JAMAIS SE EXTINGUIRÁ.


Um Cone é elevado para carregar os fios. É concedido tempo para transe e meditaçao.

A seguir, o sacerdote se levanta, eleva um feixe de trigo e diz:

O GRÃO DO OUTONO É A SEMENTE DA PRIMAVERA.

Lança-o ao fogo e verte uma libaçao de água, dizendo:

ABENÇOADA SEJA A MAE DE TODA A VIDA.
ABENÇOADA SEJA A VIDA QUE DELA BROTA E A ELA RETORNA.

Ele passa a taça para a sacerdotisa, que diz:

NOS SEMEAMOS, NOS CUIDAMOS,
NOS CRESCEMOS, NOS COLHEMOS
NOS CEIFAMOS UMA BOA COLHEITA.
DEUSA, AGRADECEMOS A VOCE POR SUAS DADIVAS.
DEUS, AGRADECEMOS A VOCE POR SUA GENEROSIDADE.
AGRADEÇO A VOCE POR ____________________________(algo pessoal da sacerdotisa)


A Sacerdotisa derrama uma libaçao e lança sua oferenda no fogo. Enquanto a taça passa pelo circulo, cada pessoa agradece por algo  e queima a sua oferenda.

Partilhe comes e bebes e abra o circulo.








Apesar de estar escrito Mabon esta linda figura significa a primavera e meu tributo a Ostara. 






Fontes:

Wikipedia

Starhawk
Sabedoria das Bruxas – Rosa Maria Biancardi – ISBN 8585839260

Wicca, Crenças e Práticas – Gary Cantrell – ISBN 8573745592





Desejo a todos um Abençoado Mabon
que suas colheitas sejam fartas em todos
os sentidos!!!!


LUZ E HAMONIA

Caillean )0(


2 comentários:

arKana disse...

Olá!! Vou agora limpar as energias da casa e começar os preparativos para amanhã!
Obrigada e desejo-te um abençoado Mabon também!! (ou será ostara por aí?)
Beijos

Caillean )0( disse...

Minha doce arKana

Isso mesmo limpar a casa de energias so faz bem e os preparativos ups blz. Também desejo a voce um abençoado Mabon, pois sigo o Norte, mas como a Natureza aqui do Sul esta presente, também, eu coloco algumas flores para homenagear Ostara.

Obrigada pelo comentário e o carinho.

Bençaos dos antigos!!!

Beijos de flores

)0(

Podera lhe interessar...

Related Posts with Thumbnails