quarta-feira, 29 de abril de 2009

BELTANE - A Sagrada União

1 de maio (Hemisfério Norte)
1 de novembro (Hemisfério Sul )


Na Roda do Ano este Sabbat tem data fixa, mas os antigos começavam a festejar na véspera logo que a Lua aparecia no ceu.




Cores :
Verde




Simbolos :



Da Deusa : Flores de todas as cores, para adornar a cabeça ou fazer colares e enfeitar o lugar sagrado, o caldeirao cheio da agua com flores (este ultimo simbolizando o útero fértil da Deusa).



Do Deus: Mastro de Beltane (Maypole, Mastro de Maio) feito de tronco de uma árvore forte e alta, normalmente o freixo e enfeitado com flores e tiras de fitas. Uma vez decorado, antigamente era elevado em uma praça da aldeia (um ponto focal das atividades da comunidade) para que todos dançassem em volta entrelaçando as fitas no mastro. Essa prática é mais do que uma simples dança de festa, o mastro simboliza o falo do Deus e ele sempre é ornado com uma coroa de flores simbolizando a o orgao sexual da Deusa. Ao entrelaçarem as fitas os participantes representam a união sexual do divino, a união da Deusa e do Deus. Na Europa Antiga, as pessoas celebravam Beltane unindo-se sexualmente em meio os bosques, e todas as crianças concebidas dessas uniões eram consideradas “bem aventuradas” e filhos da Deusa e do Deus. Essas uniões em meio às arvores era um ato de Magia simpática, de forma que se acreditava na união com os reinos animal, vegetal e humano.




Maypole e as pessoas dançando entrelançando as fitas.





Ervas



Pilriteiro, Hera, Junipero, Jasmim, Artemisia, Patchouli






Pedras






Esmeralda, Quartzo Rosa








Significado








A Deusa e o Deus enamorados


Beltane (pronuncia-se Be-All-Twin) inicia-se, acendendo-se, segundo a tradição, as fogueiras de Beltane ao nascer da lua na véspera de 1 de Maio para iluminar o caminho para o Verão. É o mais alegre e festivo de todos os Sabbats. O Deus que agora é um jovem no auge da sua fertilidade, se apaixona pela Deusa. Na véspera de Beltane, as energias sexuais naturais atingem seu ponto mais alto. Marca a parte brilhante do ano e um tempo de equilíbrio natural. É um festival de luz que simboliza a união entre as energias masculinas - O Senhor das Florestas e femininas da terra - A Rainha da Primavera.


A Natureza celebra a grande fecundidade da Terra em rituais atraves da uniao sexual com o intuito fecundar. Por isso enquanto a Deusa e o Deus se amam, homens e mulheres da aldeia se unem, também, participando da exuberancia da natureza ao ansiarem por unir-se e reproduzir-se. Devemos lembrar que os povos antigos (pré-cristãos) cultuavam a imagem do feminino exatamente pela sua fertilidade, e isso implica o ato sexual.





No Beltane, algumas pessoas trajan-se de verde para homenagear o Deus Celtico Belenos. Tornan-se o "povo verde", os pequenos pãs com mascaras de folhagem, orelhas pontiagudas e pequenos chifres, representando a força vital da natureza, agora mais evidente do que nunca nos campos verdes. Acendem fogueiras e pulam sobre ela e passam seus rebanhos, entre duas grandes fogueiras para purificaçao. Por isso Beltane também é conhecido como Fogo de Belenos.







A luz das fogueiras de Beltane no topo dos montes e em lugares sagrados era um ritual importante em todas as terras célticas.Na Bretanha, nove homens levam nove tipos diferentes de madeira para acender a fogueira de Beltane. Nove é um número de grande potência para os celtas e é mencionado com freqüência na mitologia céltica.







Um antigo costume diz que os vinculos conjugais estão temporariamente suspensos durante este mes, chamado popularmente "febre de Maio", e no hemisfério norte havia a superstiçao que casar-se neste mes traria infelicidade. Por isso ocorre grande afluencia de casamentos em junho.





Comidas e bebidas sagradas





Os antigos Druidas faziam bolos redondos - Bolos de Beltane, que durante a celebração eram divididos em partes iguais e consumidos durante o Sabbat. Tomava-se muito vinho tinto que era distribuido para o povo em grandes garrafoes passados de maos em maos e todos ficavam embriagados e se entregavam a grandes alegrias e ao prazer. Tortas, bolos de frutas, cerejas e morango também eram consumidos.







Ritual



Desta vez nao vou colocar um ritual e sim uma passagem do Livro "A Senhora de Avalon" da Marion Zimmer Bradley, que nos mostra um pouco do que poderia ter sido "A Sagrada União".





(...) Sianna! Sianna! Sianna! - ele gritou, e o desejo daquele chamado fez sua voz ecoar em todos os mundos.
Por um tempo o Tor ficou em silencio aguardando. Entao ouviram o som que parecia de sinos de prata, ao longe. Junto soou o tambor, num ritmo rapido de dança, que fez os coraçoes saltirarem de alegria. (...) Logo conseguiu ver alguns rostos...era o resto do povo do pantano e outros nao humanos, que podiam caminhar com os homens naquela noite em que os portoes entre os mundos estavam abertos.






Um brilho branco se movia no meio deles, um pedaço de tecido transparente que seguravam como um dossel por cima de quem estavam escoltando. A musica ficou mais alta, as vozes se elevaram cantando a cançao dos noivos, os convidados abriram caminho para a procissao que chegava ao topo da colina.






Um rei em sua coroaçao, um noivo em seu casamento, um sacerdote em sua iniciaçao...todos os momentos de gloria divina. E Gawen, vendo o grupo que levava sua noiva, era tres.






Mas Sianna...apesar da grande beleza do Deus, a da Deusa era maior ainda. (...) O corpo inteiro de Gawen balançava com as batidas do seu coraçao. (...) Quando Sianna passou entre os pilares e foi ao encontro de Gawen, a luz ficou mais forte e o mundo fora do circulo desapareceu.






(...) Voce me chamou meu amado, e estou aqui...



A voz dela era suave e em seus olhos Gawen viu uma faisca que lembrava a menina humana com quem tinha procurado ninhos de passaros ha muito tempo. Assim era mais facil suportar o poder divino que pulsava dentro dele.






Nossa uniao - disse ele com dificuldade - servirá à terra e ao povo. (...)






Sianna chegou mais perto, pos as maos nos ombros dele, inclinou a cabeça para tras para beija-lo e Gawen, ainda com as maos abertas ao lado do corpo, inclinou-se para receber o que ela oferecia. E quando seus labio se encostaram nos dela, ele sentiu a divindade dominando seu corpo.






(...) Em poucos minutos as curvas suaves do corpo de Sianna estavam diante dele, mais belas que as joias que ela ainda usava.Entao ela se mexeu, soltando o cinto dourado dele, desamarrando seu kilt, dexando-o livre também. Maravilhado, ele tocou nos seios dela e a abraçou como se fossem um so, beijando-a novamente.



Onde deitamos, meu amor? - ele sussurrou, quando conseguiu respirar de novo.
Sianna chegou para tras e deitou sobre a pedra. Gawen ficou diante dela, sentindo a grande corrente que passava pelo Tor, saindo do centro da montanha e subindo pelas solas de seus pes, percorrendo sua espinha, até faze-lo tremer com o poder. Cauteloso, como se qualquer movimento repentino pudesse faze-lo partir-se em pedaços, ele se inclinou por cima dela, mergulhou entre as coxas abertas, e encaixou seu corpo ao dela.


No Instante em que se uniram ele sentiu a barreira da virgindade de Sianna e soube que ela nao tinha mentido, mas isso nao importava mais. Ele voltava para casa, com a doçura que o homem que havia nele nao esperava, e uma certeza que o deus que havia nele reconhecia com alegria. Ficaram imoveis durante o tempo de um suspiro, mas o poder que os unia nao podia ser negado.



Quando Sianna o segurou, Gawen começou a se mover no ritmo da dança mais antida de todas, e ele soube que era apenas um canal para o poder que passava por ele, que o levava a dar toda a força que tinha para a mulher com quem se deitava. Sentiu quando ela se tranformou em fogo embaixo dele, se abrindo ainda mais, e apertou-a como se pudesse alcançar algo alem da humanidade atraves daquele corpo humano.



No momento final, em que ele achava que estava alem do pensamento racional, ouviu Sianna murmurar.


- Eu sou o altar....


- e eu sou o sacrificio - ele respondeu, e nesta hora liberou a paixao do homem e o poder do deus que havia dentro dele.


O fluxo de energia que jorrava, magnificado pela união do Deus e da Deusa, voltou a Tor. Grande demais para o canal principal, percorreu todas as passagens existentes, pulsando pelas linhas menoras que se cruzavam no Tor, para abençoar toda a terra. (...) Os tambores, que continuavam batendo no mesmo ritmo desde o momento em que Sianna juntou-se a Gawen no circulo, explodiram num troar repentinho de exultaçao, e ouviu-se uma voz a principio, depois outra, gritando bem alto e por fim todos na colina gritavam de alegria.


- O Deus se uniu à Deusa - O Senhor com a Terra!

***************
Este lindo conto, inspirado nas antigas festas pagãs é minha contribuiçao para este grande Sabbat.


Se quiserem fazer um ritual eu recomendo darem um pulo no GRIMOIRE com que compartilho esse lindo mundo magico.
Os doces de Beltane estao no Feitiços & Cia.

LUZ E HARMONIA E MUITO AMOR

17 comentários:

Shin Tau disse...

Olá Bruxinha,

que linda surpresa tive com o excerto do livro da Bradley e com a referência ao ritual no Grimoire.
Da saga de Avalon, adoro a passagem do ritual de Beltane na "Sacerdotisa de Avalon", a cena repete-se novamente, mas desta vez mais em surdina, fiquei apaixonada pelo ritual desde aí.

Espero que o teu Beltane tenha sido muito sereno, mas forte!

Beijoca

Léo disse...

Interessante a passagem do livro. A parte em que a moça se deitou na pedra foi bacana... e a fotinho que tu colocou ficou também bacana, com o personagem representando o Deus ornado e com as mãos para cima.

A idéia da interação com a natureza é bela e mágica, dá uma conotação bem forte ao ritual, que apesar de ter uma conotação erótica não deve ser praticado como tal, mais em sí com muita libertinagem.

Beijos Bruxinha.

Caillean disse...

Oii minha doce Bruxinha

A intençao foi esta, mostrar como os antigos festejavam este grande e sagrado Sabbat em sua essência, por tudo que ja pesquisei e com certeza a Marion também o fez para escrever seus livros. Hoje apenas representamos esta uniao colocando o athame (Deus) dentro da taça (Deusa), que seria o ritual que eu iria postar, mas deu uma vontade de mostrar a 'União Sagrada" como ela deve ter sido. E achei o seu ritual mágico e como gosto de tudo que voce posta direcionei para voce ;)
Que voce tenha um Beltane cheio de muito amor!
Beijinhus de encantados
)0(

Caillean disse...

Oii Leo Bruxinho

Tentando uma segunda vez te responder esse pc ta doidin. Bem realmente este Sabbat é sagrado e mágico. A união entre dois humanos especiais, que foram escolhidos a dedo para receber a energia do Deus e da Deusa para através de um ato de amor fertilizar toda a Terra. Neste momento a interaçao com a Natureza é total!

Este rito especificamente foi feito no Tor um lugar muito antigo e altamente sagrado tanto para os druidas como para as sacerdotisas e também para todos os que estavam presentes. Hoje pode ter uma conotaçao erotica, mas na época como diz a Deusa : "todos os atos de amor e prazer sao meus rituais", nao existia o profano.

Um lindo Beltane para você, cheio de muito amor!!!

Beijos de encanto

)0(

marcelo dalla disse...

Olá Caillean!!! Fiquei feliz de encontrar seu blogue, está estabelecida a conexão. Quanto ao reino elemental, é fato. Mas eu me pergunto: será q o ilustrador q apresentei em meu blogue consegue vê-las ou as ilustrações maravilhosas são só imaginação? Fico com a primeira hipótese. Bjo

Caillean disse...

OLa Marcelo

Seja bem vindo que bom que vc me encontro, conexão estabelecida.
Umm quanto as fadas também prefiro acreditar que ele as viu, entao estou com voce fico com a primeira hipotese é claro!!
Bjs de encanto
)0(

Jaquelyne A. Costa disse...

Caillean,
chegou a minha vez de te dar um selo!!
Passa lá no Jaque Sou e pega o selo A Jaque Sou curte muito esse blog

Beijos=*

Kyria disse...

Caillean, obrigada pela visita, voltarei sempre. Bjs

Anne Lieri disse...

Muito interessante esse texto que me fez lembrar dessa passagem do livro de Avalon,magnífica história!Adorei!Bjs,

Mustafa Şenalp disse...

Çok güzel site.:)

O Profeta disse...

Tu és um ser fantástico...


Doce beijo

O Profeta disse...

A maresia adormeceu na areia
O mar transformou-se em espelho de água
Uma nuvem mirou-se nele
Verteu uma última gota de mágoa

Este sol que beija a ilha na manhã
Trás um sorriso cheio de mistério
Este verde orvalhado pela bruma da noite
É o tapete de um Deus no seu império


Convido-te a veres o teu mais profundo no “Espelho Mágico”


Doce beijo

Caillean disse...

Minha querida Jaquelyne

Que lindo o seu selo, e estou toda prosa por ganha-lo. Vou posta-lo com muita honra viu.

Obrigada minha linda escritora.

Beijinhos magicos

)0(

Caillean disse...

Kyria

Seu blog me encantou com seu jeitinho de contar as historias.
Também, sempre que puder, estarei passando por la.

E aqui na casa seja sempre bem vinda!!!

Beijos de LUZ

)0(

Caillean disse...

Hi Mustafa

Thank you for your visit and welcome when you want!!!

Selamlar!

)0(

Caillean disse...

Minha querida Anne Lieri

Este texto é de um livro que deveria ser lido antes das Brumas de Avalon, alias eu começaria pela "Casa da Floresta", depois pela "Senhora de Avalon" e entao ler as "Brumas de Avalon", vai uma dica para quem quer entender toda esta saga.
Sim e a historia é linda demais a gente se transporta para este reino encantado..que bom que voce gostou :)

Beijinhus de LUZ

)0(

Caillean disse...

Meu doce Profeta

Mais uma vez voce me presenteia com palavras que chegam a me emocionar... que lindo (soneto?). Tão doce e tao profundo. Amei!
O convite esta aceito procurarei ver-me através do "espelho mágico" para ver o que encontrarei?

Olho no espelho mágico
em busca de quem eu sou
vejo duas faces identicas
mas ainda nao sei qual sou.

Qual delas serei eu na verdade
so o tempo poderá me dizer
pois ambas de mim fazem parte
e é nisto que quero crer.

Uma boa outra ruim
assim dizem os bruxos ser
o oposto de uma mesma face
seu lado sombra pode aparecer.

rsrs estava inspirada pois acostumei a fazer alguns "encantamentos" onde nem sempre precisa de rima mas de força nas palavras.

Grata pela inspiraçao

Doce Beijo

)0(

Podera lhe interessar...

Related Posts with Thumbnails