segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Canção da Lua

Ergo meus braços saudando,
Enquanto ela desliza pela noite,
A Lua dos Mistérios redonda,
Disco luminoso, de prata cintilante.

Meu espirito atende ao Seu chamado,
E deseja ter asas para voar,
Para que eu possa buscar Seu santuario sagrado,
Do qual o céu é simbolo.

Um lugar de segredos ocultos,
De antigos mistérios sagrados,
Um lugar que em outras eras conheci,
E de sabedoria em templos calados.

Esforço-me para tentar lembrar,
Tudo o que antes aprendido eu teria,
Os Segredos esquecidos da Lua,
A Deusa de toda a sua Sabedoria.

Apesar de meus braços voltados para o céu,
Ouço Sua voz em meu interior, e sigo nesta direção.
Desvendo o labirinto interno,
Confiando em minha opção.

"Não busque no exterior, mas sim no fundo do seu Eu"
Diz a voz suave e clara.
"Mantenha sua fé em mim pelos treze meses,
do ano Sagrado da Mãe".

Eu a observo através de Seus ciclos,
Como ja fiz em vidas passadas,
E sigo Sua trilha enluarada,
Que à porta secreta interior me conduz.

Não conheço a autoria

LUZ E HARMONIA





Um comentário:

Eleiazul disse...

Oiiiiiiiiiiiii! De vez em quando eu dou uma passadinha aqui e voce consegue sempre surpreender, como nesta Oração.

Brilhe muito e sempre, minha Estrela!

Eleia

Podera lhe interessar...

Related Posts with Thumbnails